Ande de mãos dadas com a tecnologia e seja o artilheiro da equipe

Amigos dos GravataSolta.com.br! Parafraseando o eterno narrador Silvio Luis: Encha o peito, solte o grito da gargante e confira comigo mais uma novidade tecnológica!

Éééééééééé, faça isso todos os dias. Sempre! Não dá? Comece a dizer não para si mesmo e comece a filtrar as informações disponíveis que chegam pra você! Escolha aquilo que mais se adapta à sua realidade, seu gosto.

Você gosta de tecnologia? Que bom!

Não tanto assim? Acostume-se a ela.

Não gosta nada, é das antigas mesmo sendo jovem? Enfrente este monstro!

E no mundo corporativo, o negócio é usar a tecnologia para gerar… NEGÓCIOS! Seja para você, individualmente, ou para a empresa que costuma pagar seu salário determinado dia do mês.

Nossa, individualmente, GravataSolta?

Sim, caro leitor! Se você aparecer, com ética e sabendo jogar em equipe, o artilheiro do time será você!

Pare um instante e pense. Já que começamos citando o Silvio Luis, famoso pelo “éééééé mais um gol brasileiro, meu povo”, veja como a tecnologia no futebol evoluiu, em todos os aspectos. Para entendermos, vamos citar alguns exemplos e compará-los ao mundo corporativo.

Material de trabalho

… no futebol

Chuteiras essão mais leves, permitem ao jogador bater na bola como quiser. De bico, ok. De chapa ou peito de pé, idem. Se for no campo molhado, troque as travas…
>>> Um desempenho de destaque passa a depender cada vez mais do jogador, da maneira como ele consegue potencializar tudo isso em prol dele mesmo e da equipe

>>> Treino! Treino, treino! Orientação… Treino! Feedback… Treino! Percepção, talento. Treino…

Roupas – são leves e ainda elegantes. Além de colaborar para o desempenho atlético do jogador, as marcas permanecem elegantemente expostas e o jogador bunitinho para a televisão filmar.
E por aí vai… grama cada vez mais bem cuidada, com avanços da biologia, engenharia etc…
… no mundo corporativo

Material de Trabalho
Computadores mais avançados. Softwares com tantas alternativas que você nem sabe como usá-las direito.
Celular da empresa – Laptops
Teleconferência, videoconferência, Sbrublesmeetings…
>>> O desempenho de destaque passa cada vez mais a depender do atleta corporativo. Treine! TREINE! Leia, estude, peça e dê feedback. Treine! Converse sobre novidades, visite o cliente. Treine!

>>> Meu caro, aproveite o que as ferramentas de trabalho podem fazer por você! Use-as para aparecer! Para ajudar seu time dentro do escritório. Imprima velocidade no ataque à concorrência. Estude o adversário pela internet, descubra seus pontos fracos e ataque pelas laterais!

>>> Ganhou um laptop? Ótimo! Tá querendo privacidade porque não agüenta a barulheira da turma? Fuja para uma salinha de reunião e mande brasa com seu micro embaixo do braço e entregue aquilo que prometeu antes do tempo.

>>> Ganhou um BlackBerry ou SmartPhone! Tudo bem, seu chefe já sabe que pode achá-lo por terra, ar ou água, mas ache-o antes. Monitore o que está rolando em sua volta e antecipe-se aos acontecimentos. Responda rápido aos seus clientes externos e internos. Ah, claro, e ao seu chefe. Impressione a todos com o alto desempenho que estes “materiais de jogo” lhe ajudaram a ter.

Se você não o fizer, outros farão!

Não gosta do seu trabalho? Ah, muda, mas mude para algum clube-empresa, profissional, que valorize atletas corporativos antenados, como você!

Mas se precisar dizer não para conter uma avalanche que atividades que caem em cima de você, não se acanhe. Fale, mas com propriedade, com argumentos factíveis e verdadeiros (sempre existirão). Dê preferência, neste momento, para o cara-a-cara, ou no mínimo, um rápido telefonema. Use argumentos fortes e corretos, priorizando sempre o cliente que paga a sua conta: a torcida. Ou em outros casos, seus clientes e/ou consumidores.

Acho que sou melhor fora apenas jogar no casino.